• Dra. Fernanda Sampaio

Redes sociais e sua autoimagem nessa quarentena:

Com a pandemia houve um crescimento perceptível no uso das redes sociais. Devido ao isolamento, as redes se tornaram não só nosso entretenimento e fonte de informação, mas também nosso meio de comunicação com as pessoas que gostamos.


No entanto, já fazem alguns anos que os especialistas estudam o impacto das redes sociais nas nossas vidas, no nosso psicológico e também na nossa percepção de nós mesmos.

Por afetarem diretamente nosso psicológico, mostrando sempre uma vitrine de vida perfeita, possibilitando ver como ficaria nosso rosto um pouco diferente ao usarmos diversos tipos de apps com filtros diferentes - podemos ver antes mesmo de fazer a cirurgia como ficaria nosso lábio um pouco mais fino ou um pouco mais grosso, ou até mesmo como seria se nosso nariz fosse um pouco diferente. E é aqui que mora o perigo.


A grande maioria que é afetada pelas redes sociais são as mulheres - que já vem de um contexto histórico de “ter que cumprir” com certos padrões de beleza impostos pela sociedade - e os jovens. É por isso que alguns procedimentos só são possíveis de realizar após uma certa idade e com orientação adequada do médico cirurgião.

Além disso, tanto para os mais jovens quanto para os adultos é importante estar atentos aos perfis que seguem nas redes sociais, pois são esses perfis que acabarão servindo de modelo e influenciando na sua idealização.


Uma universidade realizou uma pesquisa com cerca de 200 universitárias e identificou que aquelas que seguiam perfis que traziam mensagens de compaixão e compreensão sobre si mesmo, eram mais gentis consigo mesmas do que aquelas que seguiam apenas perfis “fitness” e que idealizavam um corpo e rotina perfeitos, que muitas vezes não se encaixa na rotina das pessoas, dando a impressão de que você só pode ter um corpo daqueles se só cuidar do corpo 24h por dia, todos os dias.

Em busca de uma vida mais saudável, é importante também estarmos atentos à nossa vida dentro das redes sociais, por isso, separamos alguns pontos importantes de observar, especialmente antes de decidir por fazer ou não um procedimento estético:


  • controle o uso das redes sociais: o isolamento nos mostrou como é fácil perder a noção das horas nas redes sociais e ser bombardeado de informações. Que tal então controlar esse uso das redes sociais e, de tempos em tempos pelo menos, tirar uns minutos para apreciar sua companhia, um café, um banho demorado, um livro, uma conversa, etc?

  • atenção aos perfis que você segue: durante a pandemia ganharam força perfis de encorajamento e autoaceitação, para ajudar a diminuir os impactos desse isolamento. Aproveite esse momento e absorva tudo de bom que esses materiais tem à oferecer. Você pode descobrir uma nova visão de si mesma.

  • busque melhorias na qualidade de vida compatíveis com seu estilo de vida: é ótimo poder ter a inspiração naquela influencer ou amiga que se destaca nas receitas fitness, acompanhando a jornada dela, as fotos maravilhosas, e pensando como seria incrível viver tudo aquilo, mas atenção aos exageros! Cada pessoa tem um estilo de vida bastante único e o que pode fazer sentido pra essa influencer pode não fazer sentido dentro do seu estilo de vida. Por isso, absorva tudo aquilo que possa te ajudar a melhorar a qualidade de vida, mas respeite seu próprio estilo, ok?

  • procure ajuda de um especialista quando necessário: a rotina de exercícios e dietas são exemplos bastante comuns de recomendações que são muito particulares de cada um. Seja para fazer uma mudança alimentar, um programa de exercícios ou uma cirurgia plástica, é importante que você recorra à profissionais - e não se baseie na dieta que uma amiga está fazendo ou num treino que uma influenciadora compartilha todo dia - pois esses profissionais terão as condições de avaliar os melhores trajetos pro seu biotipo.


6 visualizações0 comentário